OS EXAGEROS

 OS EXAGEROS

foto da internet para ilustrar

Muitos dizeres são criados e defendidos por gerações acerca das melhores formas de se comportar.   A maioria dessas verdades extraídas do conhecimento popular soa como conselhos, nos são apresentadas como recomendações de boa convivência, precauções, advertências, dentre outros.   Dias antes, notei um senhor de média idade proferir as seguintes palavras: “Não aproveite em demasia a descida, do outro lado certamente haverá uma subida”, estava certo ele, refletindo, sem nada dizer pude concluir e quase “pensei em voz alta”, admito que a língua coçou, acabei me contendo.   Eu com minha mania de passar ideias e sugerir, por pouco não complementei o conselho daquele senhor aos dois jovens que ocupavam juntos os três assentos do voo 9053 da Gol, então eu diria que OS EXAGEROS que cometemos em noventa por cento das situações nos trazem consequências indesejáveis.   Eu diria aos dois jovens em complemento ao conselho do sábio senhor:   “O cansaço e a bebedeira da comemoração podem lhe sugar a força necessária para continuar sua caminhada”.   Observamos e presenciamos tantos casos ocorridos especialmente envolvendo pessoas ainda bem jovens, que marcam definitivamente a vida dos incautos.   Calouros ou estudantes universitários que não usam da precaução devida, se complicam e chegam até em alguns casos a perderem a própria, vida mergulhados nos prazeres das comemorações.   A vida e o mundo são estradas de duas mãos, você ganha, é beneficiado (a), aproveita, vibra, gasta de um lado.   Depois vem a cobrança, e pior, a conta que contraiu enquanto recebia pode ser cara demais para você em sã consciência conseguir pagar.   Pense nisso para não ir com muita sede ao pote.

Miguilim comemorando a volta

Miguel Francisco do Sêrro

Comentários

O Lábaro

Posts Relacionados

Leave a Reply