O Sentido da Vida

 O Sentido da Vida

Tirada com Lumia Selfie

Márcio José dos Santos

As diferentes religiões dão diferentes respostas para a questão sobre o sentido da vida. A filosofia discute o propósito e significado da existência humana, demarcando a interpretação do relacionamento entre o ser humano e o seu mundo. Além disso, opiniões sobre o sentido da vida podem por si próprias se distinguir de pessoa a pessoa, bem como também pode variar no decorrer da vida de cada ser humano. Portanto, a quantidade de respostas abarcadas pelos sistemas religiosos e filosóficos e as variações individuais e temporais é inumerável.

Certamente, você mesmo já tem uma resposta construída, mas neste mundo de pandemia, questões como esta – qual o sentido da vida? – não é apenas banalidade repetida, quando nossas crenças são questionadas e o mundo pode nos aparecer desprovido de significação ou coerência, induzindo-nos um sentimento de vazio. Mas, esse é o tipo de pergunta que mascara algumas inseguranças que todos nós temos: queremos um sentido apenas para que todos os nossos sofrimentos valham a pena!

A jornada terrena nos faz passar por diferentes circunstâncias, situações e processos, alguns dos quais consideramos indesejáveis. Basta um pouco de reflexão para perceber que trazemos para a nossa vida a mesmas situações ou circunstâncias repetidamente, sempre associadas às nossas maiores dificuldades de enfrentamento: ameaças, problemas financeiros, doenças, ciúmes, vaidade, orgulho, perdas…

A primeira coisa que a maioria das pessoas faz nesses momentos é a última que você deve fazer, que é tentar descobrir o que tudo isso significa. Nossas angústias derivam do pensamento de que as coisas acontecem por uma razão e, portanto, tentamos discernir qual é a razão, mas não chegarmos a respostas racionais.

Outros dizem que certas coisas são “um sinal”.  Então, eles tentam entender o que o sinal está dizendo a eles.  Muitos, nesses momentos, acabam por aceitar respostas prontas, baseadas em crenças estabelecidas, que não justificam, mas adormecem a dor do viver.

Razão ou crença, de uma maneira ou de outra, as pessoas tentam encontrar significado nos eventos e experiências de suas vidas.  No entanto, o fato é que nada tem algum significado.  Não há verdade intrínseca oculta nos encontros e experiências da vida. Quem esconderia isso lá? E por quê?

Se você estivesse aqui neste mundo para descobrir o significado, não seria muito mais eficiente torná-lo óbvio?  Se Deus tivesse algo a lhe dizer, não seria muito mais fácil (para não dizer mais gentil) simplesmente lhe contar, em vez de tornar isto um mistério que você teria que resolver?

O fato é que não há significado para nada, exceto o significado que você lhe atribui.

A vida não tem sentido.

Isso é difícil para muitos humanos aceitarem, mas é o maior presente de Deus.  Uma vida sem sentido dá a cada um a oportunidade de decidir o que significa qualquer coisa e tudo.  E cada decisão nos definirá em relação a tudo e qualquer coisa na vida. Cada ato é um ato de autodefinição.

Escolhas e decisões: este é o meio pelo qual cada um experimenta quem escolhe ser.

Portanto, quando algo em particular acontece com você, não se pergunte por que está acontecendo.  Escolha para que isso está acontecendo.  Decida para que isso está acontecendo.  Se você não pode escolher ou decidir com intenção, invente tudo.  Você é assim mesmo.  Você está inventando todas as razões para fazer as coisas ou porque as coisas estão acontecendo do jeito que estão.  No entanto, na maioria das vezes você está fazendo isso inconscientemente.  Agora, decida-se (e sua vida) conscientemente!

Não procure o significado da vida, ou o significado de qualquer evento, ocorrência ou circunstância específica.  Dê o seu significado.  Em seguida, anuncie e declare, expresse e experimente, realize e torne-se quem você escolhe ser em relação a isso. Este é o ato de autocriação, de recriar-se de novo na versão mais grandiosa da maior visão que cada um já teve sobre si mesmo.

Nota: As ideias aqui expressadas baseiam-se em:

WALSH, N.D. Communion with God. The Berkley Publishing Group, 2000. ISBN 0-399-14670-9.

NEW ORDER. Afinal, qual o sentido da vida? Obtido em: <https://medium.com/neworder/afinal-qual-o-sentido-da-vida-b49eed6c028d>. Acesso: 11/07/2020.

 

Comentários

O Lábaro

Posts Relacionados