Campanha de empregados (as) Kinross doa mais de 3 mil cestas básicas para o Banco de Alimentos de Paracatu

 Campanha de empregados (as) Kinross doa mais de 3 mil cestas básicas para o Banco de Alimentos de Paracatu

Iniciativa de empregados (as) próprios (as) e terceiros(as) somada às doações da própria empresa levará comida a quem tem fome no município

Unidos para ajudar a quem precisa, sobretudo no atual cenário de pandemia, empregados (as) próprios (as) e terceirizados (as) da Kinross Brasil Mineração, por meio da Associação dos Funcionários da Kinross Brasil Mineração (AFKBM), arrecadaram mais de R$ 70 mil em uma campanha solidária.

E a solidariedade não para por aí. Para cada R$ 1 doado pelos (as) empregados (as), a Kinross colocou R$ 2. Serão, ao todo,  R$ 210 mil para a compra de 3 mil cestas que serão entregues ao  Banco de Alimentos. A ideia é que, com os recursos arrecadados pelos empregados e os da empresa, sejam doadas mais de mil cestas básicas por mês, durante os próximos três meses, para pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

 “O combate à fome é um dos atuais focos de trabalho da empresa hoje. Estamos sensibilizados com tantas pessoas em situação de insegurança alimentar. Precisamos unir esforços de toda a sociedade para continuar encontrando formas de apoiar a comunidade”, ressalta Ana Cunha, diretora de Relações Governamentais e Responsabilidade Social da Kinross.

A mobilização dos (as) empregados(as) e da empresa é mais uma iniciativa que reforça o compromisso com os cidadãos paracatuenses. “A iniciativa é mais um exemplo de como dois dos nossos valores –  Pessoas em Primeiro Lugar e Cidadania Corporativa Exemplar – estão presentes não só no dia a dia do trabalho, mas nas ações de cada um que se engajou neste movimento”, comenta Antonio Ribeiro, gerente Sênior de Barragens e presidente da AFKBM.

Segundo dados da Secretaria Municipal de Cidadania, os números da fome cresceram expressivamente em Paracatu desde o início da pandemia, ao passo que as doações para o Banco de Alimentos diminuíram. Atualmente, cerca de dez mil famílias estão em situação de vulnerabilidade socioeconômica, o que aponta para um horizonte de mais de 28 mil pessoas que vivenciam insegurança alimentar na cidade.

Para além das doações, desde o início da pandemia, a empresa tem realizado um intenso trabalho de apoio às entidades locais por meio do programa Integrar Contra Covid-19. A companhia também já destinou mais de R$ 3,5 milhões em bens e serviços para Paracatu. A mais recente doação, no valor de R$ 1 milhão, será destinada às obras de reforma do  Hospital Santa Lúcia, em Paracatu, para transformá-lo em um centro de tratamento ativo da COVID-19 para a comunidade. 

Comentários

O Lábaro

Posts Relacionados