Prefeitura oficia Agência Reguladora sobre Copasa em Paracatu

 Prefeitura oficia Agência Reguladora sobre Copasa em Paracatu

 

 

O Prefeito de Paracatu oficiou nesta manhã a ARSAE (Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário de Minas Gerais), através do seu Presidente Antônio Claret de Oliveira Júnior, sobre a situação da Copasa em Paracatu.

No ofício enviado, a Prefeitura relata os inúmeros problemas que vêm ocorrendo com o não cumprimento do contrato e as deficiências no abastecimento de água da cidade.
A Copasa vem negligenciando um serviço essencial à vida de todos e a Administração Municipal busca formas de resolver a situação que se arrasta por décadas.

Diante do impasse, o prefeito Igor Santos, junto a Secretários e Vereadores esteve na última semana em Unaí, visitando a SAAE (Serviço de Saneamento Básico de Unaí), e percebendo de perto o potencial de investimento da autarquia. A realidade hoje, é a insatisfação recorrente dos moradores da cidade, que reclamam da falta de água durante todo o ano.

A Copasa havia apresentado como solução a construção de um piscinão, obra que demandaria um montante de 25 milhões de reais. No entanto, técnicos da área de recursos hídricos defendem que a melhor alternativa seria a captação de água através de barragem.

O ofício, expedido pela Prefeitura de Paracatu, tem por objetivo solicitar o auxílio da ARSAE e cobrar a fiscalização da atuação da Copasa no município. O documento traz em anexo, ainda, um relatório, fruto de vistorias realizadas em 2020, dos locais de trabalho onde se operam os sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário. De modo geral, a estrutura é deficiente e necessita de grandes melhorias.

O desabastecimento é a maior preocupação e desafio da gestão. O Prefeito Igor Santos reforça que não irá medir esforços para resolver o problema. “Queremos devolver a esperança e a dignidade ao povo paracatuense”, afirma.

Comentários

O Lábaro

Posts Relacionados