Prefeitura Municipal de Paracatu visita LongPing High-Tech no Setor Industrial

 Prefeitura Municipal de Paracatu visita LongPing High-Tech no Setor Industrial

Paracatu e o desenvolvimento através de boas parcerias

A gigante chinesa LongPing High-Tech recebeu nesta manhã de quinta-feira (12), o prefeito municipal Igor Santos e equipe para conhecer as  novas estruturas, plantas em Paracatu. Esse novo empreendimento é para suportar o crescimento das Marcas Morgan e Forseed. Está expandindo também em Primavera do Leste (MT). Brasil passa a ser a sede global administrativa, localizada na unidade de Cravinhos (SP).

A LongPing High-Tech investirá em 2022 mais de meio bilhão de reais em suas unidades no Brasil com os objetivos de aumentar sua produção e impulsionar um mercado em expansão e com grande potencial de desenvolvimento.

Grande parte desses recursos estão sendo direcionados para a construção de novas plantas beneficiamento de sementes em Paracatu/MG e Primavera do Lestes/MT. Mas há também aportes nas unidades de Araguari/MG, Cravinhos e Jardinópolis /SP, Sorriso/MT e Rolândia/PR, que estão ganhando novas estruturas para suportar o crescimento da empresa.

Em Paracatu esse ano de 2022 a modernização da unidade, que demandará cerca de R$ 220 milhões adicionalmente ao investimento de R$50 milhões realizados entre 2019 e 2020. A planta terá uma estrutura completa de beneficiamento de sementes de milho, tratamento industrial, ensaque big bag e sacas de 60 mil sementes, em alinhamento com o Max Soluções, plataforma lançada no ano passado pela companhia e que objetiva gerar maior valor e eficiência ao produtor brasileiro. Todos estes investimentos em estrutura visam ampliar o suporte aos clientes em todos Brasil bem como, suportar o crescimento doa agronegócio. Atualmente a empresa emprega 1000 funcionários de Paracatu.

Preocupação com a sustentabilidade

Para LongPing High-Tech, crescimento e sustentabilidade caminham juntos. A empresa tem implementado projetos para o aproveitamento de recursos naturais, e forma a gerar economia e medidas sustentáveis. Entre elas, está o reuso da água. Só na unidade de Cravinhos, ao longo de 2021, o reaproveitamento desse recurso natural totalizou 10.256,3 m ao cúbico, o que equivale a quase cinco piscinas olímpicas.

A implantação de energia solar fotovoltaica também vem ganhando escala em toas as unidades, com a finalização das usinas fotovoltaicas de Paracatu e Primavera do Leste, somando ás estruturas de Araguari, Jardinópolis, Cravinhos e Sorriso, a empresa vai produzir 13.382 GWh de energia elétrica, que será 100% aproveitada.

 

Comentários

O Lábaro

Posts Relacionados