Paracatu regride para Onda Vermelha do Minas Consciente

 Paracatu regride para Onda Vermelha do Minas Consciente

 

 

Em reunião aberta do Comitê de enfrentamento à Covid-19, secretário de Saúde apresenta Plano de Ação para conter coronavírus na cidade

Paracatu vai regredir para a Onda Vermelha do Programa Minas Consciente. A informação foi passada oficialmente à cidade em uma reunião aberta do Comitê de Enfrentamento à Covid-19, no Centro Administrativo, na manhã desta sexta-feira (5). De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o decreto será publicado na segunda-feira (8).

Pela versão atualizada no Minas Consciente, todas as atividades econômicas estão autorizadas. Contudo, há maiores restrições na ocupação dos ambientes. Na Onda Vermelha, nos espaços fechados, deve haver 3 metros de distância linear entre as pessoas. Além disso, o ambiente pode ter uma pessoa a cada 10 metros quadrados e os eventos podem ocorrer com lotação máxima de 30 pessoas. Hotéis e pousadas podem funcionar com metade de sua taxa de ocupação.

Paracatu permanecerá na Onda Vermelha por 28 dias. A partir dali, se os números de infecções por Covid-19 reduzirem e houver redução na demanda por atendimento hospitalar, a cidade poderá avançar para uma Onda menos restritiva.

Os altos números de infecções por Covid-19 em Paracatu apontavam que a regressão poderia acontecer. O desafio agora é adaptar as regras do programa à cidade. “A atualização do Minas Consciente poderia ter sido feita antes. Agora, temos que adaptar o programa à nossa realidade”, afirmou o secretário de Saúde, Vinícius Biulchi.

Plano de Ação: Meu comércio combate o Coronavírus
Na reunião, Biulchi apresentou o Plano de Ação do Comitê de Enfrentamento à Covid-19. Segundo disse, uma primeira inciativa do Plano de Ação é envolver os comerciantes da cidade nesta batalha com a campanha: Meu comércio combate o Coronavírus. “A nossa intenção é fazer uma campanha explicando as diferentes maneiras de transmissão do vírus e as formas de prevenção”, disse.

Biulchi apresentou três sugestões que poderão ser incorporadas por bares e restaurantes nesta campanha: a identificação de mesas higienizadas; a premiação de funcionários fiscais em restaurantes e bares; e o mapeamento das áreas de maior risco de contaminação dentro dos estabelecimentos.

O Plano de Ação, contudo, vai muito além destas iniciativas. O secretário explicou que o objetivo é usar as Redes Sociais para levar informação e conhecimento à parcela da população mais afetada pelo novo Coronavírus. Para isso, pontuou Biulchi, serão utilizadas as informações coletadas pelo Sistema de Saúde do Município. “Com esses dados, sabemos a faixa etária e o sexo das pessoas mais suscetíveis à Covid-19. A partir daí, podemos fazer publicações direcionadas”, comentou.

O objetivo, segundo Biulchi, é reforçar junto à população a necessidade do uso correto de máscaras, do distanciamento social e da higiene permanente das mãos. Para isso, o secretário apresentou alguns exemplos de cards para instagram e facebook com informações curtas e diretas. Além disso, foi exibido o primeiro episódio do Minuto Saúde, um produto midiático voltado para a educação da população sobre medidas de prevenção.

Assessoria de Comunicação

Comentários

O Lábaro

Posts Relacionados