MARCAS E LEMBRANÇAS

 MARCAS E LEMBRANÇAS

Todos sem distinção ao respirar o bendito ar da vida terrena, de alguma forma carimba sua passagem por esse mundão de meu Deus.   Uns mais, outros menos, vamos deixando “pegadas” vida a fora, atos e atitudes boas e corretas, vez por outra “pisamos na bola” marcando negativamente, e vamos montando nosso currículo.   Como pessoas de carne e osso, não há quem faça tudo certo e perfeito, apanhamos aqui, batemos mais adiante, alguns de nós tomados por um puxão de orelha da consciência constatamos que erramos, pedimos desculpas e vida que segue.   Há quem marque a passagem pela terra de todas as formas e jeitos, uns de forma negativa, alguns através de fatos duvidosos, questionáveis, inclusive deixando marcas profundas onde arrebanha seguidores e atrai perseguidores, mas as marcas ficam para a posteridade.    Levados pelas circunstâncias certas pessoas estão fadadas a MARCAR de forma mais significativa enquanto vive a vida terrena, às vezes pela ousadia, coragem, determinação, em alguns casos por atos de bravura e até mesmo na concepção de quem interpreta, atitudes de pura loucura.   A bem da verdade pessoas iluminadas conseguem ilustrar os caminhos da própria vida com desenhos feitos utilizando os virtuosos pinceis da humildade, sem mostrar qualquer pretensão passam pela vida com pureza de espírito e adotam a regra de “viver para servir”, esses humanos abençoados deixam floridos os trilhos e estradas por onde passam.   Independente de religião, cor, raça ou nacionalidade, é possível olharmos a história e comprovarmos.   Não há necessidade de riqueza, poder, cargo ou coisa do gênero, Deus dota o ser para com determinação produzir boas ações, gerar bons frutos, em outras palavras deixar boas MARCAS.   De tempo em tempo penso, necessário cada um de nós através de análise, revermos nosso próprio comportamento e, em fazendo, tal qual um termômetro, conferirmos quais e que tipos de RASTROS estamos deixando, se você lê esse texto (advertência), estou convicto de que mesmo que pouco, ainda tem tempo para dar início a uma caminhada que no mínimo, mostrará às gerações futuras que mesmo poucas vezes e por pequenos atos, sua vida sobre a terra não passou em vão, algum tempo da sua vida foi dedicado a produzir e gerar MARCAS E LEMBRANÇAS merecedoras de aplausos.

Miguilim – a duras penas “marcando”

Miguel Francisco do Sêrro – Advogado e Historiador

Comentários

O Lábaro

Posts Relacionados