Cemig apoia empoderamento feminino por meio de programa de voluntariado

 Cemig apoia empoderamento feminino por meio de programa de voluntariado

Projeto Mulher Empreendedora colabora para aumentar a renda de moradoras de comunidades

Desenvolver o espírito empreendedor de mulheres socialmente vulneráveis, colaborando com a autoestima de cada participante. Essa é a finalidade do projeto “Mulher Empreendedora”, realizado pelo Programa Você – Voluntariado Cemig. Trata-se de uma iniciativa que apoia o empoderamento feminino e auxilia mulheres a gerar recursos para que possam contribuir com a renda familiar e investir no futuro, melhorando assim o bem-estar familiar e social. As aulas do projeto – ministradas por empregados da Cemig que atuam de maneira voluntária – têm início na próxima segunda-feira (26). No decorrer do ano, outras turmas serão formadas.

De acordo com o gerente de Sustentabilidade Empresarial da Cemig, Adiéliton Galvão Freitas, a iniciativa foi pensada para capacitar e promover a troca de conhecimento entre mulheres que desejam empreender. “O Mulher Empreendedora contribui com a inclusão social dessas mulheres e suas famílias”, acredita.

O projeto Mulher Empreendedora na Cemig  teve início no ano de 2018. Desde então, já são mais de 120 mulheres formadas pelo curso. Por meio do Mulher Empreendedora, o Programa de Voluntariado da Cemig já trabalhou com o incentivo ao empreendedorismo feminino de forma presencial nos municípios de Belo Horizonte, Montes Claros, Varginha, Uberaba e Juiz de Fora. A novidade desta edição fica por conta do novo formato dos encontros, que serão realizados a distância.

Curso online

Levando em consideração o atual cenário com o aumento do desemprego provocado pela pandemia, o Programa Você lança esta edição do projeto Mulher Empreendedora com encontros ministrados de forma online, respeitando o isolamento social.

A turma inicial é formada por moradoras de comunidades de Belo Horizonte. Ao longo do ano, serão cinco turmas, cada uma com vagas para 30 mulheres. “Ou seja, em 2021 a previsão é beneficiar 150 mulheres em situação de vulnerabilidade social”, comenta Adiéliton.

De acordo com o gerente, o formato online terá maior capacidade e permitirá que a iniciativa alcance mulheres de outras cidades mineiras. “Desta forma, além de respeitar o isolamento social, conseguiremos atingir um público maior, agregando mais voluntárias e capacitando mais mulheres”, completa.

Mulheres beneficiadas

Para as participantes da modalidade presencial, que ocorreu antes da pandemia, o projeto foi enriquecedor. De acordo com Rosemeire Pereira, beneficiada em Belo Horizonte, o curso foi uma oportunidade de compreender melhor as etapas do negócio. “As orientações foram claras e as atividades realizadas em grupo nos permitiram aprender um pouco da dinâmica do trabalho. As mentoras voluntárias da Cemig usaram uma linguagem de fácil entendimento e o material utilizado facilitou uma leitura dinâmica e interativa”, declara a participante.

Em Uberaba, a participante Ivani Rosa Caetano acredita que o curso agregou bastante. “O curso me trouxe outro olhar sobre venda, cotação de preços e orientações sobre a propaganda do produto. Sou muito grata”, afirma Ivani.

Sintonia com ODS da ONU

A Cemig busca cumprir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU). São metas globais para trabalho conjunto de governos, empresas e cidadãos de todo o mundo, com objetivos como a erradicação da pobreza e a preservação do meio ambiente.

Nesse sentido, o projeto Mulher Empreendedora contribui com os ODS de números 5, 8 e 10, que são “Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas”, “Reduzir a desigualdade” e “Promover o crescimento econômico inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todos”.

Acesse o portal da Cemig e saiba mais sobre o Programa de Voluntariado da companhia.

Comentários

O Lábaro

Posts Relacionados