PROGRESSO: Prefeitura de Paracatu consegue, da União, imóvel com quase 600 mil metros quadrados

 PROGRESSO: Prefeitura de Paracatu consegue, da União, imóvel com quase 600 mil metros quadrados

No terreno, serão destinadas áreas de 900 lotes habitacionais, centro esportivo e parque ecológico

O governo federal autorizou a doação do “Gleba 2” da “Fazenda Frutuoso”, imóvel de propriedade da União situado na BR-040, no município de Paracatu (MG), uma área de 599.940 m². A União determina, na portaria, o prazo de quatro anos para a conclusão das obras referentes à implantação do projeto de provisão habitacional, construção do centro esportivo e parque ecológico, inclusive a titulação dos beneficiários finais.

A área doada será destinada à construção de 900 unidades habitacionais, centro esportivo e parque ecológico municipal, propostas apresentadas pelo governo municipal.

O prefeito de Paracatu, Olavo Condé, comenta que a intervenção junto à coordenação e governança do patrimônio da União, da secretaria especial de desestatização, desinvestimento e mercados, do Ministério da Economia, começou em 2016. “A doação desta área para o município é uma grande conquista, poderemos beneficiar toda a população com moradia, esporte, lazer e Paracatu só tem a ganhar, é um grande avanço”, declara. 

Hélia Rosa, secretária de planejamento e desenvolvimento econômico, explica que o processo está em fase de transferência do terreno para o município. “Os secretários já apresentaram propostas, agora, com a efetivação da doação do terreno, podemos iniciar os projetos de engenharia, mas, a grande tarefa é buscar recursos para este empreendimento. No momento, não existem programas sociais para habitação, do governo federal, na modalidade poder público. Fomos informados de que o programa “Minha Casa Minha Vida” seria reformulado, o que daria celeridade ao processo”, explica. 

(Proposta Inicial do Centro Esportivo Municipal).

A secretária diz, ainda, que essa doação é uma conquista muito importante. “Só temos a comemorar, esta é uma vitória para o município, para o cidadão, que precisa de moradia, os esportistas, que precisam de espaço, e para quem não tem acesso ao lazer, já que o parque será um ponto turístico. As cidades vizinhas também serão beneficiadas para a utilização do Centro Esportivo, para competições intermunicipais, e até para visitar o Parque Ecológico Municipal, estamos muito felizes”, comemora.

Social

A secretária municipal de desenvolvimento e assistência social, Ana Amélia Medeiros, diz que no terreno doado pela União, será destinada área de 20 hectares, para moradia popular. “É preciso que exista um plano do governo federal, para execução do programa habitacional. Temos o cadastro único sempre atualizado para contribuir, de forma justa, e atender as pessoas que precisam de moradia”, explica. 

O diretor de departamento de programas especiais, da secretaria municipal de assistência social, Eduardo Costa, diz que esta doação é um grande avanço para o futuro de Paracatu. “O município tem um déficit habitacional de mais de 1.400 famílias, isso antes da pandemia. Muita gente que tinha condições de pagar um aluguel, hoje não tem mais. Por isso, a construção de um conjunto habitacional é muito importante. A casa própria é um grande desejo da maioria das pessoas, ter um lugar, onde pode-se criar a família com tranquilidade é a oportunidade de sonhar e realizar mais”, declara.

Costa ainda explica que ao participar destes projetos habitacionais, a SEDAS realiza uma rotina de reuniões, para conhecer a necessidade de cada um. O objetivo é beneficiar as famílias, não apenas com a doação do imóvel, mas, com a criação de novas perspectivas. “Além de direcionar as famílias para uma convivência agradável, desenvolvemos trabalhos para despertar a conscientização de preservação do lugar comum e a necessidade de crescimento, para que todos consigam se manter”, diz. 

Esporte 

Segundo o secretário de esporte e lazer, Walter José De Souza, diante da possibilidade dessa área pode se tornar realidade o tão desejado Centro Esportivo Municipal. “Foram idealizados vários formatos do centro para que pudesse se adequar ao espaço e somente diante disso, foi solicitada a doação, assim fizemos. O Centro Esportivo de Paracatu é um grande sonho dos nossos desportistas e dos amantes dos esportes e lazer de um modo geral”, declara.

Inicialmente, a proposta é idealizar, na área de 5 hectares, o projeto do Centro Esportivo, com um estádio oficial de futebol e pista de atletismo (juntos), um ginásio poliesportivo, uma quadra poliesportiva externa, quadras de areia, quadras de tênis, piscina olímpica, além de vestiários, alojamentos, salas multiuso e até mesmo salas para implantação de um núcleo da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer no local. 

“Conseguiremos com o centro esportivo aumentar o atendimento s às crianças e adolescentes nas nossas escolinhas de vôlei, basquete, futsal e do projeto esportivo de jiu-jitsu. Podendo assim, ampliar o número de modalidades esportivas e de lazer para a nossa população de forma a atender todas as idades. Com alegria no coração, vamos realizar um sonho, porque nós, paracatuenses, merecemos, bola pra frente”, conclui. 

Meio ambiente

Segundo o secretário de meio ambiente, Igor Pimentel Cruz, com a publicação do órgão federal sobre a doação de terreno ao município de Paracatu, será possível realizar os procedimentos necessários para a construção do Parque Ecológico Municipal. “Agora, é oficial, a área de 34 hectares foi doada e poderemos começar a fazer levantamentos para, então, iniciar a elaboração de um projeto de construção e o principal, buscar recursos para pleitear essa importante obra para a população. Este parque é um grande sonho para fortalecer a preservação do nosso meio ambiente”, diz.

ASCOM/SEGOV

 

Comentários

O Lábaro

Posts Relacionados