Paracatu recebe ações de comemoração ao Dia Nacional do Patrimônio Histórico

 Paracatu recebe ações de comemoração ao Dia Nacional do Patrimônio Histórico

Iniciativas da Kinross e da Secretaria de Cultura na cidade incluíram distribuição de kits educativos e a realização de uma roda de conversa virtual

Nesta segunda-feira, 17 de agosto, foi comemorado o dia Nacional do Patrimônio Histórico. Para celebrar essa data, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Paracatu promoveu diversas ações referentes ao tema na cidade, entre elas a Roda de Conversa Especial do Dia do Patrimônio, realizada junto a agentes e profissionais que atuam pelo reconhecimento e preservação do patrimônio histórico do município. No encontro, eles compartilharam visões e experiências sobre o trabalho de preservar a história e a cultura local.

O evento teve a participação de Isac Costa, Secretário de Cultura e Turismo; Ana Cunha, Diretora de Relações Governamentais e Responsabilidade Social da Kinross; Helen Ulhôa, historiadora e presidenta da Academia de Letras de Paracatu; Christiane Pereira, condutora de turismo e integrante da GuiasTur; e Kayllane Santos, integrante da Rede de Cultura e Protagonismo Juvenil. O evento integra as ações do Eixo Cultura do Programa Integrar Contra a Covid-19: Força-Tarefa, realizado pela Kinross em parceria com a ONG Associação Imagem Comunitária (AIC).

Além do encontro, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo fez a distribuição de 50 kits de materiais com informações e histórias sobre os patrimônios materiais e imateriais de Paracatu nas casas do centro histórico. Em alguns desses kits, também foram entregues duas quitandas cujos modos de fazer foram registrados como patrimônios da cidade – o pão de queijo e a empadinha – oferecendo visibilidade à história da cidade e valorização desses elementos culturais.

A Secretaria tem como tradição a realização de ações educativas para sensibilizar a população sobre a importância do reconhecimento e preservação do patrimônio histórico. Segundo o Secretário de Cultura e Turismo de Paracatu, Isac Arruda, a ideia é “convidar a todos para estarem conosco para que possamos realmente conhecer mais sobre o patrimônio e aprendermos a valorizá-lo para podermos preservar a nossa cidade. Quem ama, cuida, e para isso, precisamos conhecer um pouco mais sobre o nosso patrimônio, que é tudo aquilo que consideramos importante e que desejamos cuidar e preservar”, destaca.

De acordo com a Diretora de Relações Governamentais e Responsabilidade Social da Kinross, Ana Cunha, a preservação da cultura e do patrimônio local são valores que estão no foco central das ações desenvolvidas pela empresa desde o início de sua atuação. “Desde o começo estivemos envolvidos em ações junto às manifestações do patrimônio imaterial da cidade e às comunidades tradicionais, essa tem sido a tônica da nossa atuação. Ficamos honrados por podermos ser agentes e participantes dessas ações que valorizam um patrimônio cultural tão rico como o de Paracatu. Poder fazer parte da construção desse legado é muito importante para nós”, pontua.

Paracatu e o patrimônio histórico

 Paracatu é a única cidade histórica do noroeste mineiro reconhecida pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e uma das 21 cidades com esse título em toda região sudeste. O centro histórico é tombado desde 2012 e fazem parte desse conjunto protegido 230 imóveis, dentre os quais estão as igrejas Matriz de Santo Antônio e Nossa Senhora do Rosário. A cidade foi historicamente um importante centro de formação e integração de diversas regiões brasileiras, ponto de convergência entre litorais e sertões.

O município também possui um rico patrimônio imaterial, sobretudo ligado aos fazeres tradicionais das quitandas, como o pão de queijo sem escalda, característico da cidade, a empadinha de pele fina e a rapadura. Há também muitas outras tradições, como nas artes em palha, bordados, bonecas de pano, entre outras.

Sobre o Programa Integrar Contra a Covid-19

 Com objetivo de somar esforços à comunidade paracatuense no enfrentamento à pandemia causada pelo novo coronavírus e aos seus impactos nos processos educacionais, culturais, econômicos e ambientais no município, a Kinross Paracatu trouxe para o município o Programa Integrar Contra a Covid-19 com apoio da ONG Associação Imagem Comunitária (AIC). Após a realização de um diagnóstico com as principais lideranças da cidade, um amplo projeto foi desenhado com o objetivo de diálogo e a articulação entre as diversas entidades da sociedade civil, poder público e iniciativa privada da cidade para potencializar iniciativas de enfrentamento à pandemia já existentes, bem como criar novas soluções e oportunidades de aliança.

Acompanhe as demais ações do Programa em www.integrarcontracovid.com.br

Comentários

O Lábaro

Posts Relacionados