Nexa renova Agenda Social de 2020 para fortalecer redes comunitárias

 Nexa renova Agenda Social de 2020 para fortalecer redes comunitárias

Iniciativa visa estimular o debate nas redes comunitárias sobre a importância no combate à COVID-19

foto da internet para ilustrar

Diante da pandemia do novo coronavírus e da necessidade de manter o distanciamento social para enviar a disseminação da COVID-19, a Nexa, uma das maiores mineradoras de zinco do mundo, mais uma vez inova no projeto Agenda Social 2020, que tem o objetivo de formar e fortalecer as redes comunitárias em que a companhia atua.

A iniciativa visa utilizar grupos de WhatsApp e outras formas de comunicação coletiva como método de ampliar a participação social e o combate à pandemia nos municípios de Juiz de Fora, Três Marias, Paracatu e Vazante, em Minas Gerais, e Aripuanã, no Mato Grosso, em que a mineradora está presente.

A proposta é trabalhar com os grupos e comitês comunitários existentes nos territórios, de forma a potencializar sua participação nas discussões, participação e multiplicação de ações coletivas de prevenção. Para isso, o projeto define três metas especificas que são capazes de estimular grupos para construção coletiva de ações no enfrentamento à COVID-19, levar informações verídicas e relevantes à comunidade sobre o coronavírus e também de fomentar o debate, medidas de higiene e novas medidas que devem ser adotadas no dia a dia na comunidade com o futuro pós-pandemia.

O cronograma do projeto já está em andamento e estruturando a rede de solidariedade de combate ao COVID. Além das metas, o programa será baseado em três pilares de atuação:

Construção coletiva

• Enfoque no processo de construção coletiva para estratégias de ação no combate à pandemia; série de encontros online nos grupos de referência para construção de ações coletivas; branstorming de estratégias e priorização, com atribuição de responsabilidades; apoio à articulação de parcerias e murais coletivos;

Comunicação e Conscientização

• Focar na conscientização de participantes por meio de materiais informativos (infográficos, folhetos, vídeos animados, curadoria e envio de conteúdos, etc);

Redes Comunitárias e Pós-Pandemia

• Produzir e compartilhar conteúdos sobre a importância do trabalho coletivo comunitário; falar de experiências positivas sobre redes comunitárias formadas e sua atuação; e diferenças entre redes de desenvolvimento e outros formatos de organização comunitária.

• Estimular o debate sobre o futuro da comunidade após a pandemia, com a construção de visão de futuro e a importância da articulação em rede para o desenvolvimento territorial.

Comentários

O Lábaro

Posts Relacionados