Governo lança livro com principais destinos da rota Via Liberdade

 Governo lança livro com principais destinos da rota Via Liberdade

Minas Gerais, Goiás, Distrito Federal e Rio de Janeiro interligados por uma única rota: a Via Liberdade, que segue o trajeto da BR-040, somando 1.179 quilômetros. Diferentes biomas, paisagens e patrimônios são margeados por essa estrada que instiga o turista a conhecer os atrativos dos destinos localizados nesses quatro estados.

Um recorte das 105 cidades mais importantes do ponto de vista histórico, cultural ou natural é agora apresentado no livro “Via Liberdade – Rota Turístico-Cultural”, que será lançado pelo Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo, em parceria com a Cemig, no dia 16/2, às 18h30, no Palácio da Liberdade.

Com textos em versão bilíngue, português e inglês, o livro é fruto de uma pesquisa desenvolvida por equipe interdisciplinar composta por jornalistas e turismólogos, com apoio da Secult, prefeituras e Instâncias Geográficas Regionais (IGRs), sendo editado pela Arts Realizações. O resultado é uma obra informativa com 320 páginas, reunindo fotos, mapas e informações que contextualizam a trajetória das cidades abordadas e trazem orientações práticas e úteis.

Detalhes

Os produtos turísticos mais relevantes de cada região são detalhados, valorizando, assim, as riquezas locais, como a cozinha, o artesanato, a arquitetura e as festas populares. A obra constitui, portanto, uma publicação de valor e uso pelos visitantes e profissionais que integram as entidades da cultura e do trade turístico, além das prefeituras ao oferecer um panorama do que pode ser apreciado ao longo da rota.  

“A Via Liberdade abrange sete patrimônios da humanidade, se consolidando como a maior linha de patrimônio que teremos no país. Além disso, possui mais de cem cidades que são patrimônio histórico do Brasil. O trajeto inteiro conta com cerca de 70% dos patrimônios históricos tombados no Brasil, o que demonstra o seu grande potencial turístico capaz de fomentar a economia da criatividade, propiciando maior geração de emprego e renda”, sublinha o secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira.

Essa amplitude da Via também conecta momentos distintos da história do país, que estão refletidos nos legados arquitetônicos e artísticos dos períodos colonial, moderno e contemporâneo. Esses podem ser representados, respectivamente, pelas cidades barrocas; pelo Conjunto Arquitetônico da Pampulha, na capital mineira; pela construção de Brasília; além do Instituto Inhotim, em Brumadinho.

Bagagem

O livro “Via Liberdade – Rota Turístico-Cultural” integra as ações de comemoração do Bicentenário da Independência do Brasil, celebrado em 2022. Essa data, em razão do seu simbolismo histórico e cultural, encontra na Liberdade, que dá nome à via, sua identidade, expressão e sentido, interligando os caminhos que integram essas manifestações à contemporaneidade brasileira.

Com território de cem  quilômetros contíguos à BR-040, a Via Liberdade apresenta uma rota integrada, harmônica e participativa, permitindo ao visitante visão ampla das atrações turísticas e culturais deste território central do Brasil. Permite, especialmente, o contato com um trajeto singularmente rico pela diversidade e excepcionalidade de destinos.

Serviço

Lançamento do livro “Via Liberdade – Rota Turístico-Cultural”

Data: 16/2/2023

Horário: 18h30

Local: Palácio da Liberdade (Praça da Liberdade – Belo Horizonte/MG)

foto da internet para ilustração

Comentários

O Lábaro

Posts Relacionados