Governador de Minas dá ordem para as obras na LMG-680, em Paracatu

 Governador de Minas dá ordem para as obras na LMG-680, em Paracatu

Investimento de R$ 45 milhões vai viabilizar a pavimentação da estrada e a construção da ponte Entre Ribeiros

O dia 12 de maio foi um  marco para Paracatu. Um investimento de R$ 45 milhões vai viabilizar a pavimentação da estrada e a construção da ponte Entre Ribeiros, que está adormecida desde 2014.

O governador Romeu Zema esteve no Centro Administrativo nesta quinta-feira (12), onde se deu a ordem de inicio das obras na LMG-680, região de Paracatu no Noroeste de Minas. O projeto integra o Provias, maior pacote de obras da ultima década, que foi lança pelo governo de Minas em abril de 2022.

“Essa obra é de fundamental importância porque está incluída em uma área que tem grande produção de milho, soja e feijão e esses produtos precisam ser transportados com agilidade e segurança. Estamos fazendo o possível para melhorar a infraestrutura da região porque só assim vamos conseguir o desenvolvimento. O Provias é um marco em Minas com a recuperação de 2.500 quilômetros da malha mineira. As rodovias de Minas, a partir deste ano, ao invés de estarem piorando como vinha acontecendo, passarão a melhorar. Teremos cada vez menos rodovias classificadas como ruins e passaremos a ter rodovias classificadas como adequadas, seguras e que não causam transtornos para quem usa”, afirmou Zema.

Coletiva com a imprensa

A rodovia LMG-680 é a principal via de escoamento de toda a produção agropecuária da região. Com a realização das obras permitirá o melhoramento das condições de trafegabilidade de pessoas e transporte de produtos, minimizando ainda os riscos de acidentes.

O projeto terá um custo total de R$ 45 milhões investidos. Desse total, R$ 25 milhões são recursos do Estado provenientes do Termo de Reparação assinado com a Vale após rompimento da barragem em Brumadinho, outros R$ 20 milhões são fruto do convênio assinado entre Governo, a Prefeitura de Paracatu e a a Associação dos Beneficiários da LMG-680.

“Há 40 anos esperamos ouvir a ordem de início para as obras desta rodovia. Estamos falando de uma região que gera para o Estado mais R$150 milhões por ano com arrecadação de ICMS e que não conseguia produzir frutas, porque elas amassavam e perdiam o valor pra exportação. Temos certeza que com o asfaltamento da LMG-680 o desenvolvimento de Paracatu vai disparar”, declarou o prefeito de Paracatu, Igor Santos.

 

O projeto prevê a pavimentação de 68 quilômetros e também a finalização da construção da ponte sobre o Rio Paracatu. No próximo mês, a empresa vencedora da licitação começa a montagem do canteiro de obras e, em julho, as máquinas já estarão operando na pista. A previsão do convênio entre Estado e a Prefeitura é que os trabalhos sejam entregues até dezembro de 2023.

O programa também trará reflexos econômicos positivos para o estado. A expectativa é que sejam gerados 8 mil empregos diretos e 24 mil indiretos com a execução das obras.

Atração de investimentos 
O governador Romeu Zema acompanhou a assinatura do acordo de cooperação internacional entre a empresa chinesa LongPing High-Tech e a Prefeitura de Paracatu para a construção do Parque Industrial de Ciência Agrícola China-Brasil. O local irá abrigar empresas de tecnologia e promete ser um espaço diversificado, com inúmeras oportunidades de desenvolvimento para o município e o estado de Minas Gerais.Além da transformação do município em um polo agroindustrial, o novo complexo prevê a geração de empregos e diversos negócios que irão movimentar a economia local. O acordo também possibilitará a entrada de novas empresas chinesas, que enxergam o Brasil como um bom lugar para se investir.

 

 

Comentários

O Lábaro

Posts Relacionados