É tempo de gastronomia, cultura e muita música em Paracatu

 É tempo de gastronomia, cultura e muita música em Paracatu

Até 10 de julho, o Festival Cultural reúne moradores e turistas para celebrar o sabor e as manifestações artísticas

 

Cheiro de comida mineira e uma aguardada mistura musical. Esse é o clima para o Festival do Patrimônio Cultural de Paracatu. A etapa gastronômica está a todo o vapor e já tem muita gente aproveitando as delícias dos estabelecimentos locais.

Em contagem regressiva está o Festival Cultural que abre a programação com o pé direito, ou melhor, com o pé no samba. Dia 6 de julho, às 20h30, no Largo do Rosário, o músico Diogo Nogueira se unirá ao maestro e compositor Rodrigo Toffolo e à prestigiada Orquestra Ouro Preto.

Para o maestro, a combinação entre o suingue do samba e a exuberância do clássico dá o tom desse encontro. “É um repertório bem brasileiro e diversificado, com obras de João Nogueira – pai do Diogo –, e ainda de Cazuza, Djavan, Ivan Lins e outros clássicos da música nacional. Tudo isso cantado na voz belíssima do Diogo Nogueira e tocado à moda da Orquestra Ouro Preto, com muito timbre, energia e molejo”, afirma Toffolo.

A iniciativa chega a sua nona edição, pronta para atiçar mentes, corações e todos os sentidos daqueles que gostam de música, gastronomia, dança, teatro, entre outras manifestações culturais.

De acordo com a diretora de Relações Governamentais e Responsabilidade Social, Ana Cunha, da Kinross, que patrocina o festival e a orquestra, “o paracatuense tem em sua formação uma grande ligação com a boa música. Os shows são sempre pontos altos do festival e, esse ano, nada melhor do que receber a Orquestra Ouro Preto, que traz como convidado o músico Diogo Nogueira para celebrar esse evento tão essencial”.

 

Da linguiça e banana marmelo à carne de lata e queijo Minas – Forró e Paixão, Provençal Mineiro, Cupim na Brasa, Marmita Caipira, Almôndega na Lata. Esses nomes lhe soam familiar? Se não, vale a pena saber do que se trata. Eles fazem parte do Tour Gastronômico do festival, que acontece de 8 a 30 de junho.

São 22 bares, lanchonetes e restaurantes de Paracatu apresentando suas receitas como a carne de lata e o queijo Minas, nesse ano, as principais estrelas do Tour. Durante esse período, a população local poderá votar nos seus petiscos prediletos. Já de 5 a 10 de julho, os pratos serão expostos nas barracas montadas no Largo do Rosário, prontos para serem degustados.

Como sempre, acompanhando a programação do evento, o Festival da Música Brasileira não fica atrás, em sua 17ª edição. As canções serão apresentadas de 5 a 10 de julho.

Comentários

O Lábaro

Posts Relacionados