Solução urgente para o contêiner em frente à Praça do Rosário

 Solução urgente para o contêiner em frente à Praça do Rosário

É preciso saber que não há distinção entre o meio e o ser humano, assim devem ambos se manter em harmonia. 

 

Uma das principais preocupações dos centros urbanos é a quantidade do lixo produzido pela população. Esta questão representa um dos maiores desafios a serem enfrentados pelas administrações públicas, pois além da coleta do lixo diariamente, a falta de espaço para disposição dos resíduos, deve também ser levada em conta a preservação do meio ambiente.

É preciso ter a finura de que se vive em um sistema onde tudo se reflete na sociedade e que todo lixo produzido vai afetar, de forma direta ou indireta, pois são inúmeras as consequências maléficas ao homem.

Paracatu

Recebemos reclamação de moradores e motoristas de Paracatu sobre um contêiner localizado em frente à Praça Aldemar da Silva Neiva com a Rua Samuel Rocha, onde está localizado um patrimônio histórico e muito importante, a Igreja do Rosário, em uma rua estreita. A reclamação é sobre o lixo que muita das vezes fica jogado no chão e a outra é que o contêiner fica muito na rua atrapalhando o trânsito. “O local não é apropriado para esse contêiner, é um lugar turístico e o mau cheiro é constante reclama um morador”.

Cultura do lixo

“Em nosso país, a população em geral não apresenta uma cultura de interesse no destino dos resíduos, residindo a maior preocupação na necessidade de um serviço de recolhimento. Uma vez recolhidos pelo serviço público de coleta, para muitos o problema já está resolvido. Esta cultura tem como consequência a falta de interesse em fazer uma redução significativa na geração de lixo, como base para a gestão sustentável. As pessoas não pensam na preservação dos recursos naturais e não têm interesse nos mecanismos de eliminação, a menos que eles representem uma ameaça para a saúde. No entanto, devemos lembrar que somos todos consumidores e responsáveis pelos resíduos que geramos em relação à qualidade e à quantidade. Portanto, também temos um papel fundamental na geração de resíduos e em seu destino final.”

O lixo é um problema de todos nós.  As comunidades de todo o munícipio devem usar corretamente os serviços de coleta, exigir que sejam bem feitos e pleitear soluções acessíveis para os serviços especiais. E é necessário que a fiscalização do munícipio tome uma atitude!

Obs:Todas as fotos foram enviadas por um morador da região!

 

Comentários

O Lábaro

Posts Relacionados