VOLTA ÀS AULAS – Secretaria de Educação se reuniu com diretores para apresentar o novo plano híbrido de ensino O retorno será a partir de 27 de setembro

 VOLTA ÀS AULAS – Secretaria de Educação se reuniu com diretores para apresentar o novo plano híbrido de ensino  O retorno será a partir de 27 de setembro

Nesta quinta-feira (16), a secretaria de educação de Paracatu se reuniu com os diretores e supervisores escolares das 33 escolas municipais, que vão retomar as aulas presenciais e híbridas.

As aulas presenciais para as crianças do CMEI (Centro Municipal de Educação Infantil), com idades entre 6 meses e 3 anos e 11 meses, retornam 27/09. Já para os estudantes da Educação Infantil (04 a 05 anos) e da Educação Fundamental (do 1º ao 9º ano), será aplicado o Ensino Híbrido. As aulas retornam no dia 04/10 e terá o revezamento semanal (presencial e remoto).

Os alunos só voltarão às aulas presenciais com autorização dos pais e/ou responsáveis. Será enviado o Termo de responsabilidade, que deverá ser disponibilizado. Caso não seja autorizado, os alunos continuarão com as aulas remotas.

Mas, nem todas as escolas da rede municipal de ensino vão retornar neste ano. As escolas municipais Afonso Novais Pinto, Arquimedes Cândido Meireles, Cacilda Caetano de Souza, José Palma, Nilo Sadok e Raimundo José de Santana vão continuar, apenas, com o ensino remoto.

A diretora pedagógica da SME, Verônica Nunes de Carvalho, apresentou como será realizado o retorno, garantindo segurança sanitária aos professores, alunos e servidores, conforme resolução 4.506/2021, que substitui as resoluções 4.310 e 4.329 do ano passado, e a resolução complementar 4.622/2021, que destaca que  as escolas deverão ficar abertas, mesmo nas semanas das aulas remotas. Entre as determinações, estão o distanciamento de 0,90cm por aluno e a ocupação de até 50%, em cada sala de aula.

Foram apresentados o Protocolo elaborado pela secretaria de estado da educação, que será distribuído para todos os alunos, o cronograma de retorno e as cartilhas que serão distribuídas também para os pais, por meios digitais.

De acordo com Verônica, este é o momento dos diretores escolares ficarem ainda mais atentos e mais exigentes com a segurança sanitária e a qualidade do ensino.  “Sabemos que teremos muitos desafios, mas, vai depender muito do gerenciamento dos gestores com toda a comunidade escolar, tanto nas dependências das escolas, quanto no transporte escolar. Os olhares estarão voltados para todos os espaços coletivos”, enfatiza.

Segundo o diretor da Escola Municipal José Simões Cunha, localizada no Projeto de Assentamento Nova Lagoa Rica, existe uma parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Paracatu, com o objetivo de acolher as orientações emitidas por meio de Resoluções da Secretaria de Estado da Educação. “A nossa escola está se preparando para o retorno das atividades híbridas, observando uma série de requisitos e protocolos para que o retorno às atividades educacionais presenciais ocorra de forma segura e não coloque em risco a saúde dos colaboradores, dos alunos e de seus familiares”.

Ainda segundo o diretor, é evidente que todos estão com uma certa insegurança, uma vez que trata-se de uma experiência nova. “O nosso compromisso será com os nossos alunos, com a qualidade do ensino deles. Estamos ansiosos para reencontrá-los, pois, os estudantes são a razão do nosso trabalho”, finaliza.

a programação do evento, teve palestra com o padre Lano Alves Costa, apresentações da diretoria administrativa escolar, equipes de nutrição, transporte e engenharia.

O vice-prefeito de Paracatu, Gabriel Ferrão, também esteve presente e desejou as boas-vindas aos educadores. “Mesmo com os desafios, tivemos grandes avanços na educação, como o lançamento do nosso EAD, uma ferramenta fundamental para facilitar a vida dos nossos profissionais da educação, que têm se dedicado tanto. Vamos, juntos, ser uma referência para o país”, declarou.

 

ASCOM

Comentários

O Lábaro

Posts Relacionados