TRANSPONDO BARREIRAS

 TRANSPONDO BARREIRAS

 

E milenar a busca das pessoas por algo ainda não conhecido, o gosto e vontade humano é temperado por uma série de pretensões aventureiras, e mais, o real valor de algo para as pessoas esta claramente vinculado ao fator dificuldade e/ou impossibilidade de obtê-lo, trocando em miúdos ou explicando, uma laranja bem no alto da árvore cria sempre a expetativa de que ela é extremamente saborosa, a mais gostosa das frutas da laranjeira, dado o trabalho de apanhá-la, no entanto, tendo a fruta na mão, ela se torna algo comum.   Todos nós somos meio movidos a desafios, detemos a capacidade do raciocínio e por isso estamos sempre à procura de algo fora da nossa chamada zona de conforto, e essa busca pelo novo é praticamente infinita.   O ser humano não se contenta em contemplar obstáculos à sua frente, motivados pela curiosidade insiste em entender o que existe do “outro lado”, desse modo, vencer barreiras faz parte do nosso dia a dia.   Com base nessas “verdades”, é possível entender que nossa personalidade e caráter vão se moldando com o passar do tempo, cada vitória ou fracasso colhido, maior ou menor, o fruto ou infortúnio influirá para nos tornar mais fortes ou, infelizmente, selar de vez nossa vida de sofredores fracassados.   É extremamente importante sabermos escolher a qual time pertencer, à equipe dos teimosos e INSISTENTES ou dos chorosos e DESISTENTES.   Embora não tenha qualidades suficientes para distribuir conselhos, sugiro que todos nós façamos a opção de TRANSPOR cada barreira que surgir, quem sabe logo ali depois da temida porta escura  encontramos a tão sonhada liberdade.

Miguel Francisco do Sêrro – Historiador/Advogado

Comentários

O Lábaro

Posts Relacionados