Sebrae Minas e entidades do setor produtivo realizam encontro com candidatos a prefeito de Paracatu

 Sebrae Minas e entidades do setor produtivo realizam encontro com candidatos a prefeito de Paracatu

Candidatos à prefeitura de Paracatu receberam o Guia Sebrae para o Candidato Empreendedor e Cartas de Intenções para o desenvolvimento econômico local

Os oito candidatos a prefeito de Paracatu participaram nesta sexta-feira, 9 de outubro, do Encontro com Candidatos-Eleições 2020, realizado no Salão Nobre da Casa do Empresário. Promovido pelo Sebrae Minas, em parceria com a Casa do Empresário de Paracatu (ACE/CDL e Sindicomércio), Agência de Desenvolvimento Sustentável de Paracatu (Adesp), Associação dos Municípios do Noroeste de Minas (Amnor), Sindicato dos Produtores Rurais de Paracatu e Associação dos Produtores Rurais e Irrigantes do Noroeste de Minas Gerais (Irriganor), o evento teve o objetivo de apresentar aos candidatos as demandas e projetos do setor produtivo e sugestões para o desenvolvimento econômico local.

Durante o encontro, os candidatos receberam o Guia “10 Dicas do Sebrae para o Candidato Empreendedor, documento que reúne um conjunto de propostas de políticas públicas para o futuro prefeito e também as Cartas de Intenções das entidades participantes. Todos os postulantes à prefeitura municipal tiveram tempo de três minutos para se manifestarem sobre o compromisso com as propostas e sugestões recebidas e se prontificaram a acolher e a colocar em prática as demandas apresentadas.

O encontro foi um momento oportuno para tratarmos de propostas visando o desenvolvimento econômico local em Paracatu, destacou o gerente do Sebrae Minas na regional Noroeste e Alto Paranaíba, Marcos Alves. Segundo ele, a ideia foi contribuir com informações, dicas e medidas para fortalecer a atividade empreendedora no município.

 Fortalecimento da economia

Na oportunidade, o presidente da ACE, Márcio Gomes, e o presidente do Sindcomério e CDL de Paracatu, Robertus Van Doornik, entregaram a Carta de Intenções com propostas e ações que estão sendo ou serão desenvolvidas no município, com um olhar especial para o comércio e o turismo. Eles destacaram também o papel do Observatório Social como uma ferramenta que pode ser uma aliada do Executivo na gestão da correta aplicação dos recursos públicos no município.

A presidente da Adesp, Marília Lepesqueur, abordou os principais projetos da Agência, fundamentados no Plano Paracatu 2030, elaborado com a participação de diversos segmentos da sociedade civil organizada, que aponta as diretrizes para o desenvolvimento econômico e social de Paracatu, de maneira sustentável. Diversos resultados das atividades foram disponibilizados com a distribuição da Revista da Adesp, na qual são registradas as principais ações.

A superintendente executiva da Amnor, Ivonete Antunes, apresentou um vídeo com o histórico da atuação da associação na região e se propôs a apoiar o futuro prefeito nas demandas do governo.

O presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Paracatu, Paulo Mendonça, representando o agronegócio, entregou a Carta de Intenções com foco na economia rural e a presidente da Irriganor, Rowena Petroll, destacou a atuação dos produtores irrigantes em defesa da preservação da água e o uso dos recursos hídricos. Ela apresentou iniciativas como o estudo de Zoneamento Ambiental Produtivo (ZAP) da bacia do ribeirão Santa Isabel, que visa a recuperação da bacia que abastece o município.

A expectativa é que o próximo prefeito possa dar continuidade às ações de todas entidades, atuando de maneira conjunta, priorizando a geração de emprego, renda e o estímulo ao empreendedorismo e fortalecimento dos pequenos negócios locais.

    

Comentários

O Lábaro

Posts Relacionados