Prefeitura de Paracatu lança o Programa “Fila Zero”

 Prefeitura de Paracatu lança o Programa “Fila Zero”

Prefeito Igor Santos lança Programa “Fila Zero”, para reduzir filas de espera por cirurgias, beneficiando pacientes que aguardam há anos.


Para atender à demanda, solucionando o problema de quem aguarda há muito tempo na fila de espera, o Prefeito Igor Santos lançou na manhã desta terça-feira, 28, o programa “Fila Zero”, em coletiva com a imprensa, no gabinete municipal, onde também esteve presentes o Secretário Municipal de Saúde, Umarques Silva, a presidente da Câmara Municipal Claudirene Rodrigues, o diretor do Hospital Municipal Vinicius Biulchi, e também vereadores Donato Silva, Gislene Couto, Manoel Alves, Renato Martins, Vaguinho do Ônibus e Evandro da Usina.

O Programa “Fila Zero”

O programa “Fila Zero”, cujo propósito será efetuar todas as cirurgias eletivas acumuladas no sistema de saúde pública do município. Só para se ter ideia, há pacientes na fila por uma cirurgia há mais de 10 anos. A maioria destes pacientes já não alimentava qualquer esperança de que a situação pudesse um dia ser resolvida.

Atenta a esse antigo e sério problema de saúde em Paracatu, posto que a falta da cirurgia imponha agudo sofrimento aos pacientes, a Prefeitura estudou durante muito tempo uma solução capaz de não apenas acabar com as longas filas que se formaram durante os muitos anos de descaso, mas também capaz de fazê-lo sem muita demora, afinal: quem tem dor, tem pressa.

O Programa “Fila Zero” é uma parceria entre a Prefeitura de Paracatu e o Consórcio Intermunicipal do Alto Paranaíba (CISALP). Com área de abrangência compreendendo a região do Alto Paranaíba e Noroeste, o CISALP foi criado justamente para atender às demandas complexas de saúde na região. Desde 1998 atua em parceria com os municípios, apresentando resultados satisfatórios e de qualidade em procedimentos de saúde.

Na primeira etapa do programa, serão atendidos mais de 700 pacientes para cirurgias oftalmológicas (cataratas), cirurgias vasculares (varizes), cirurgia geral (hérnia e vesícula), ortopedia (joelho e ombro), vasectomia, além de atendimentos de mastologia, cabeça, pescoço etc. Os pacientes serão contactados por telefone e orientados a comparecerem para atualizar exames e agendamentos.

O prefeito de Paracatu, Igor Santos, falou sobre a importância da disponibilização dos procedimentos na área da saúde, salientando que os agendamentos serão realizados por ordem de prioridade e de tempo de espera. “Este é um programa muito importante e especial da nossa gestão. É com muita alegria que estamos avançando para o Programa “Fila Zero”. São procedimentos contratados para garantir esse atendimento tão essencial à população”, destacou o chefe do Executivo.

O cronograma das cirurgias obedece a um planejamento, de modo que não será esgotada toda a demanda de uma única vez. Pacientes que alteraram os números de seus telefones deverão procurar a Secretaria de saúde e efetuar a atualização. Devido à complexidade, grande parte dos procedimentos será realizada fora de Paracatu, com o município respondendo pelas custas relativas ao transporte dos pacientes. Na medida em que o Programa “Fila Zero” se desenvolve, outros pacientes serão chamados para realizar a cirurgia.

 

 

Comentários

O Lábaro

Posts Relacionados