MPE mineiras registram saldo positivo de empregos em janeiro

 MPE mineiras registram saldo positivo de empregos em janeiro

Resultado supera em mais de oito vezes o saldo de dezembro e é o dobro do registrado em janeiro de 2020

As micro e pequenas empresas (MPE) mineiras registraram um saldo positivo de 16.832 vagas de trabalho em janeiro. O resultado supera em mais de oito vezes o saldo de empregos no segmento em dezembro do ano passado.  “Embora ainda sob efeitos da pandemia, as MPE foram responsáveis por 65% das 25.617 vagas geradas no estado em janeiro, o que surpreendeu o mercado e indica maior confiança do segmento em relação ao cenário econômico”, avalia Afonso Maria Rocha, superintendente do Sebrae Minas.

Em relação a janeiro de 2020, o saldo de empregos nas MPE (7.600) mais que dobrou. O setor que mais gerou vagas foi a Indústria (6.205), seguido pelo de Serviços (5.138), Construção Civil (3.044), Comércio (1.987) e Agropecuária (458).

Já as médias e grandes empresas (MGE) mineiras contrataram menos da metade (7.910) que as MPE em janeiro. Mas o segmento também apresentou uma melhora expressiva em relação a janeiro do ano passado, quando contabilizou um saldo negativo de 2.938 empregos.

Considerando os dados referentes aos meses de pandemia, de março de 2020 a janeiro de 2021, o saldo gerado pelas MPE em Minas Gerais foi de 24.688, contra -2.133 gerado pelas médias e grandes empresas.

Todas as regionais do estado apresentaram saldo de emprego positivo nas MPE em janeiro, com destaques para o Triângulo Mineiro (2.975), Centro (2.913), Centro-Oeste e Sudoeste (2.751) e Sul (2.460). Entre os municípios, Uberlândia registrou o melhor resultado de contratações pelas MPE no mês (1.211).

Homens ocupam mais de 50% das vagas

Os homens ocuparam mais que o dobro das vagas de emprego geradas pelas MPE em janeiro deste ano. Foram 11.502 homens contratados no período, contra 5.330 mulheres.

Mais de 70% das vagas foram distribuídas entre pessoas com idade entre 18 e 39 anos e mais de 60% por quem tinha ensino médio completo.

As funções com o maior número de contratações em janeiro foram as de auxiliar de escritório (1.342), servente de obras (1.110) e alimentador de linha de produção (1.074).

Comentários

O Lábaro

Posts Relacionados