Campanha estimula destinação do Imposto de Renda para programas sociais em Paracatu

 Campanha estimula destinação do Imposto de Renda para programas sociais em Paracatu

Ação visa estimular população a destinar recursos do Leão para ajudar crianças, adolescentes e idosos

A Kinross Brasil Mineração, por meio da plataforma Integrar contra a Covid e o Poder Público, lançam nesta segunda-feira (12), a campanha Leão Solidário. A iniciativa visa incentivar os paracatunenses a destinarem parte do Imposto de Renda (IRs) aos fundos municipais dos direitos da criança, do adolescente e do idoso. Esses fundos abastecem 31 entidades cadastradas que atendem pessoas em situação de vulnerabilidade social.  

 Segundo Ana Cunha, diretora de  Relações Governamentais e  Responsabilidade Social da Kinross, a  campanha tem o objetivo de estimular as pessoas a contribuírem com essas ações sociais. ‘Esse movimento que estamos realizando junto com os nossos parceiros nasce com o intuito de ampliar o conhecimento das pessoas sobre o trabalho realizado pelos Conselhos Municipais da Criança e do Adolescente e do Idoso, além apresentar uma forma de como cada um, enquanto cidadãos, pode participar da construção de uma sociedade melhor. Especialmente, agora, nesse momento em que as vulnerabilidades sociais estão ainda mais agravadas em função da pandemia. Por isso, nós estamos muito felizes em poder contribuir com essa iniciativa’, afirma Ana Cunha.

 Para ajudar a população na hora de preencher o Imposto de Renda e fazer essa destinação de recursos, estudantes voluntários de contabilidade da faculdade Finon/Tecsoma de Paracatu irão oferecer orientação gratuita. A  consultoria começa nesta segunda-feira (12), no Núcleo de Prática Contábil (NPC) da faculdade.

 Para Thaís Yunuki, presidente  Fundo Municipal do Idoso de Paracatu  (FUMIP), esse dinheiro ajuda muito e é revertido em benefício de todos. “Já recebemos recursos tanto de empresas quanto de pessoas físicas,  no ano passado. O fundo está legalizado e apto a receber  e repassar doações do IR”, explica.

 Elcio Moura, titular do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente (CMDCA) diz que desde 2008,  o Fundo é  abastecido com saldos do IR. “Após a destinação,  os valores vão direto para a conta do município linkada à prefeitura – uma conta específica”, conta.

 Os recursos ficarão no município e serão aplicados em programas e projetos de instituições públicas e privadas que executam ações de atenção e proteção às crianças, aos adolescentes e às pessoas idosas de Paracatu. 

 Quem pode destinar recursos aos Fundos

 As pessoas físicas que realizam a Declaração do Imposto de Renda adotando as deduções legais e que apuram o Imposto a Pagar ou têm direito à Restituição. O pagamento será efetuado por meio de Documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARF). Assim, serão gerados dois DARFs, um para o Tesouro Nacional e o outro destinado ao CMDCA ou FMI, no limite máximo de 3% do Imposto de Renda devido. Importante ressaltar, que essa modalidade de destinação só é possível realizando a declaração pela opção de formulário completo.

 Quais são as vantagens?

●         Não existe ônus para os contribuintes, pois se trata de uma realocação de impostos a recolher (renúncia fiscal);

●         A destinação não exclui nem reduz outros benefícios e deduções previstos na legislação do IR;

●         O contribuinte decide a destinação do dinheiro;

●         O contribuinte pode fiscalizar a aplicação do recurso, ou seja, do imposto que paga;

●         O valor destinado reverte em benefício para a comunidade.

 Serviço:

 ATENDIMENTO NO NÚCLEO DE PRÁTICA CONTÁBIL (NPC)

De segunda a sexta-feira. (A partir de 12 de abril)

Horário: Das 8h às 11h e de 14h às 17h.

Telefone: 3671-2119.

Endereço: R. Orlando Batista Ulhoa, 180 – Centro, Paracatu.

Comentários

O Lábaro

Posts Relacionados