23 de setembro – Dia do profissional técnico: a importância da formação na juventude

 23 de setembro – Dia do profissional técnico: a importância da formação na juventude

Foreman or worker hand holding checklist for writing and checking in goods in container at Container cargo site.

 

Especialista em educação explica os benefícios do ensino técnico

O ensino técnico no Brasil desempenha um papel crucial na capacitação de milhões de pessoas e na preparação dos jovens para o mercado de trabalho. É uma modalidade de ensino que se destaca por sua eficiência em fornecer as habilidades práticas e conhecimentos necessários para o ingresso no mundo profissional.  

Uma pesquisa recente conduzida pelo Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper) destacou o impacto positivo que um aumento no número de jovens matriculados em cursos técnicos pode ter na economia do país. O crescimento projetado de 2,32% no PIB, caso o Brasil triplique o número de matrículas no ensino técnico, é uma evidência de como a capacitação profissional pode estimular o desenvolvimento econômico. Esse aumento é impulsionado pela maior empregabilidade e pelos salários mais altos que os profissionais qualificados tendem a receber. 

“Os cursos técnicos possuem baixo investimento, é um diferencial no mercado de trabalho, os profissionais são valorizados, inclusive no nível salarial, com mais oportunidades de emprego. Além disso, possuem carga horária inferior a um curso de graduação, o que pode facilitar a escolha certa, caso o jovem queira fazer um curso superior baseado na experiência profissional do curso técnico”, explica Andréa Martins, supervisora pedagógica do Senac. 

Após a conclusão do ensino médio, muitos jovens se deparam com um mercado de trabalho altamente competitivo, onde a falta de experiência prática pode ser um obstáculo. Nesse contexto, o ensino técnico é uma alternativa. Em um período mais curto, geralmente de 1 a 2 anos, os alunos adquirem conhecimentos específicos e práticos em suas áreas de interesse. “O portfólio de cursos técnicos é vasto, contemplando diversas vocações profissionais, com a possibilidade da prática de estágio, a melhor preparação para o mercado de trabalho”, enfatiza a supervisora.   

Ensino técnico e gratuito 

É importante destacar que instituições como o Senac em Minas realizam uma função vital na transformação de estudantes em profissionais altamente capacitados. Iniciativas como o Programa Senac de Gratuidade desempenham um papel fundamental na promoção da igualdade de acesso à educação profissional, garantindo que mesmo aqueles com recursos limitados tenham a oportunidade de buscar uma formação técnica de qualidade.  

“O Programa é um motivador de carreira de capacitação profissional para a população de baixa renda, oferecendo um portfólio de cursos gratuitos, para que possam ser incluídos no mercado de trabalho. É um programa transformador de vidas, de sonhos, onde percebemos, na conclusão do curso, com a entrega dos certificados, uma emoção muito grande, que só afirma que estamos no caminho certo, de promover a inclusão social, a inserção no mercado de trabalho, garantindo muitas vezes o primeiro emprego”, conclui Andréa Martins. 

Sobre o Senac em Minas 

Com um olhar atento às tendências mundiais e no contexto da Revolução 4.0, o Senac, que faz parte do Sistema Fecomércio MG, Sesc, Senac e Sindicatos Empresariais, que integra a CNC – Confederação Nacional do Comércio, tem como propósito oferecer educação profissional de qualidade, com base nas demandas empresariais e sociais, e nas tendências do mundo do trabalho, da inovação e dos princípios de sustentabilidade. O portfólio de cursos da instituição é desenvolvido com base na necessidade do mercado, considerando pesquisas, estudos e contatos diretos com os empresários. São 40 unidades educacionais distribuídas no estado e 12 carretas móveis que reproduzem os ambientes das salas de aula.  

O Senac oferece opções de cursos livres, técnicos, graduação e MBA, que permitem uma formação complementar transversal, o chamado itinerário formativo. O aluno pode traçar sua trajetória partindo dos cursos de formação inicial chegando ao ensino superior ou vice-versa. Além disso, a variedade de segmentos de atuação (gestão, saúde, gastronomia, comércio, idiomas, tecnologia da informação, moda, segurança, beleza, meio ambiente, turismo, design, produção de alimentos, entre outros) corroboram com uma formação diferenciada.  

Comentários

O Lábaro

Posts Relacionados