Orbitae aproveita o Dia do Motorista para tratar da segurança ao dirigir

 Orbitae aproveita o Dia do Motorista para tratar da segurança ao dirigir

A data, celebrada no último sábado, visa conscientizar os condutores sobre os riscos e responsabilidades ao assumir a direção

 

No Brasil, o Dia do Motorista foi comemorado oficialmente em 25 julho. A data instituída, desde 1968, por meio de um decreto presidencial chama a atenção para a responsabilidade do ato de dirigir, seja profissionalmente ou não. Aproveitando a chegada desse dia, a Orbitae, empresa de diagnósticos humanos e forenses, alerta para a importância da conscientização dos motoristas para a segurança e preservação da vida.

“O melhor caminho é sempre a prevenção por isso é essencial a compreensão, a colaboração e a responsabilidade de quem assume a direção. Um erro cometido no trânsito por ser fatal. É um trajeto sem volta”, destaca Rodrigo Silveira, diretor da Orbitae.

O executivo comenta que uma das principais causas de mortes no trânsito é a mistura de direção e o consumo de álcool e substâncias ilícitas. Somente no ano passado, foram registrados, pela Confederação Nacional de Trânsito (CNT), 5.814 acidentes com feridos e pelo menos 363 mortes, devido à essa combinação. “Hoje existem várias tecnologias capazes de detectar a ingestão de álcool e drogas. São equipamentos importantes para conscientizar os motoristas quanto aos riscos e consequências dessa combinação perigosa”, explica.

Um deles é o Intelligent Fingerprinting, um drogômetro capaz de identificar, por meio do suor, presente na digital do motorista, o uso de 12 tipos diferentes de drogas, entre elas: a metanfetamina, a cocaína, a maconha e seus derivados. “Esse aparelho tem uma vantagem, que ganhou ainda mais força agora, em tempos de pandemia, que é o fato dele proporcionar o mínimo de contato possível com a pessoa. A tecnologia dele permite a realização do teste por uma simples aproximação”, ressalta Rodrigo.

Além disso, o resultado fica pronto em até dez minutos e o descarte do material pode ser feito em lixo comum, diferente de outros tipos de testes, que analisam o sangue, a urina ou saliva, por exemplo, e por isso exigem um cuidado especial.

Outro equipamento que é um aliado das autoridades na conscientização dos motoristas e que também funciona por aproximação é o bafômetro Alcoscan, que identifica a presença do álcool no organismo, sem a necessidade de um bocal descartável. O resultado é apontado pelo aparelho em cinco segundos.

“Quando se vive em sociedade é imprescindível pensar de forma coletiva, por isso antes de dirigir todo motorista precisa ter consciência, se colocar no lugar do outro e respeitar as regras de trânsito”, finaliza.

Comentários

O Lábaro

Posts Relacionados