Atuação da Copabase ganha destaque no Terra Madre Brasil 2020

 Atuação da Copabase ganha destaque no Terra Madre Brasil 2020

Representantes da Cooperativa de Agricultura Familiar Sustentável com Base na Economia Solidária participaram do encontro dedicado à educação alimentar

A coordenadora da Cooperativa de Agricultura Familiar Sustentável com Base na Economia Solidária (Copabase), Dionete Figueiredo, e o ex-presidente da cooperativa, Nardelio Jacinto, participaram do Terra Madre Brasil 2020, um dos principais eventos do movimento Slow Food e das comunidades da agricultura familiar e camponesa no país. A associação congrega extrativistas e agricultores familiares da região noroeste de Minas Gerais e, há dois anos, conta com apoio técnico do Sebrae Minas.

Em sua 3ª edição no país, o Terra Madre Brasil foi realizado no formato on-line, de 17 a 22 de novembro, e foi inteiramente dedicado à educação alimentar, à biodiversidade e ao acesso a alimentos bons, limpos e a um preço justo. Com a participação de atores diversos da cadeia de alimentos no Brasil, como Bela Gil, Bel Coelho e o fundador do movimento Slow Food, Carlos Petrini, o encontro teve oficinas educativas, rodas de conversa e apresentações artísticas.

“Acredito que a nossa participação no Terra Madre Brasil foi um marco para a Copabase e nos dá a certeza de que a estamos, de fato, no caminho certo, fazendo um trabalho importante para o mundo, para o país, para o nosso território, e, principalmente, para as pessoas que aqui vivem”, salienta Dionete Figueiredo.

A coordenadora da cooperativa, que também é agricultora, esteve na cerimônia de abertura do evento. “Fiquei honrada em participar da abertura do evento. Foi uma grande surpresa. Fico agradecida pela oportunidade de representar todos os povos e comunidades tradicionais e empreendimentos brasileiros ligados ao movimento SlowFood”, celebra.

Já o extrativista, agricultor familiar, sócio fundador e ex-presidente da Copabase, Nardelio Jacinto, participou da roda de conversa sobre Economia Solidária, Turismo de Base Comunitária e Desenvolvimento Territorial, na qual teve a oportunidade de destacar as práticas do cooperativismo e do associativismo realizadas na região Noroeste de Minas, em especial, no município de Arinos.

Copabase

Fundada em 2008, no município de Arinos, a Copabase é formada por agricultores familiares e extrativistas, que têm no beneficiamento e na comercialização de frutos do cerrado sua principal fonte de renda. Atualmente, cerca de 100 produtores estão associados à cooperativa, que é uma das poucas oportunidades de geração de renda para as famílias rurais da região. Entre os alimentos produzidos e comercializados por eles, se destacam o açafrão, o açúcar mascavo, a castanha de baru, a farinha de mandioca, o mel de abelha, a polpa de frutas, o pólen e o urucum.

Nos últimos dois anos, a Copabase contou com consultoria técnica do Sebrae Minas na remodelagem de sua política comercial e estratégica para entrar no mercado do Distrito Federal. “Buscamos, por meio do projeto, capacitar os gestores no processo de comercialização, novas embalagens e posicionamento. Em um ano extremamente desafiador, também levamos informações sobre a realidade do mercado, ajudando na inserção competitiva”, destaca a analista do Sebrae Minas Daniele Moreira.

Para quem quiser conhecer mais sobre o Terra Madre Brasil 2020, basta acessar o canal do SlowFoodBrasil no Youtube.

 

Comentários

O Lábaro

Posts Relacionados